PSICOTERAPIA NA TERCEIRA IDADE

Sobre o Envelhecer

Psicoterapia na Terceira Idade

Envelhecer é mais do que lidar com as mudanças que acompanham a passagem dos anos. São mudanças físicas, sociais e sobretudo emocionais. Cada pessoa vive estas mudanças de forma diferente, alguns como uma nova etapa de vida e experiência, outros com dor e sofrimento.

Muitas mudanças ocorrem na terceira idade, mas com certeza as que têm um impacto maior são as alterações no corpo. O tônus muscular, a pele, os cabelos, as mãos, o rosto... as linhas de expressão e experiência alteram a imagem que é refletida no espelho e, consequentemente, a identidade que está diretamente ligada com o que é percebido. Mas estas alterações físicas não se limitam apenas à aparência mas também a algumas funções que podem aos poucos limitar a mobilidade e dificultar algumas atividades que antes eram rotineiras. Estas alterações podem ser acompanhadas de depressão e sensação de impotência frente as mudanças e perdas que se sucedem.

Outras mudanças significativas estão relacionadas com seu papel na família e na sociedade. Os filhos cresceram, saíram de casa. A aposentadoria e o tempo ocioso podem ocasionar a perda da sensação de “ser produtivo e útil”, muitas vezes acompanhada de redução do poder econômico. Em alguns casos o idoso passa a morar e depender do cuidado dos filhos ou de outros familiares, o que também é um fator que exige adaptação.

Todos estes fatores podem ocasionar alguns transtornos importantes e que devem ser tratados com cuidado e atenção, tais como depressão, ansiedade, isolamento, transtornos alimentares, alcoolismo, etc. É frequente também a vivência de luto pela perda de entes queridos e até mesmo pela sua própria identidade.

A psicoterapia tem um papel importante nestas situações, pois vem como um auxílio à adaptação do indivíduo a esta nova fase de sua vida. É importante que ele compreenda as mudanças que estão ocorrendo, encontre alternativas para lidar com elas e possa reconhecer a sua identidade mesmo em outra etapa da vida. Desta forma é possível solucionar conflitos e reconstruir crenças estabelecidas em momentos passados, conquistando maior autoconfiança e melhorando a sua autoestima.

 

Leia também: Tempos modernos, tempo de escolhas